Pragas, Agrotóxicos e a Crise Ambiental

R$ 27,00Preço
  • Algumas obras se transformam em referências por demarcarem épocas, definirem conteúdos, métodos e informações que se projetam sobre o futuro. Este é o caso de Pragas, agrotóxicos e a crise ambiente: problemas e soluções.

    Publicada em uma única edição em 1979, cravou na literatura brasileira o termo agrotóxico como componente inseparável do “pacote tecnológico” da agricultura químico-industrial da “revolução verde” na qual o solo é suporte físico para plantas em sistema de monocultivo, mecanização intensa, grande aporte de fertilizantes sintéticos exigindo a máxima produtividade… um sistema dissonante do qual o agrotóxico é um de seus componentes.

    Este texto é uma síntese de conceitos, informações, dados e resultados de trabalhos de inúmeros centros de pesquisas do mundo todo entre os anos 1940-1970, tornando-se diretriz para a produção de alimentos ambientalmente adequada para uma população superior a 7,7 bilhões. Conhecer a origem e evolução das pragas que atacam as culturas agrícolas, o histórico do uso dos agrotóxicos, seu impacto no ambiente natural e agroecossistemas, os efeitos nas pragas, nas plantas e no homem, o processo de resistência das pragas ao uso contínuo de agrotóxicos, o ressurgimento e o desenvolvimento secundário do processo resultantes da prática da agricultura industrial nos levará ao projeto da agricultura orgânica.

     

    Autor: Adilson Dias Paschoal 

    Número de páginas: 181

    Editora: Expressão Popular